Felgueirense assume vice-presidência do conselho científico da Associação Portuguesa de Business Intelligence

FOTO: Pedro Costa

O felgueirense Hélder Quintela, responsável de BI e Big Data na Jumia e docente convidado no Instituto Politécnico do Cavado e do Ave, assumiu a vice-presidência do conselho científico da Associação Portuguesa de Business Intelligence (APBI).

 

A APBI é uma associação sem fins lucrativos, constituída por profissionais de “business intelligence” com experiência em áreas tão diversas como o sector público, educação, saúde, finanças, banca, desporto, pequenas e médias empresas.

Ao Expresso de Felgueiras, Hélder Quintela destacou contributo que a associação também pode dar ao concelho de Felgueiras.

“Atendendo ao cenário que existe no concelho de Felgueiras, em termos de indústria e instituições de ensino, obviamente que faz parte dos meus objetivos fazer chegar e contribuir para a divulgação e para a consolidação destas áreas de Business Inntelligence e Big Data também no concelho de Felgueiras, em colaboração com instituições de ensino, organismos públicos e empresas”, acrescentou.

A APBI foi constituída com o intuito de estabelecer um canal aberto e neutro, através do qual profissionais de Business Intelligence e Big Data, empresários, reguladores, académicos e responsáveis do setor público e governamental podem debater e resolver problemas comuns, visando a democratização das tecnologias de informação.

A associação procura, ainda, ser a ponte entre os profissionais e o público em geral, esclarecendo dúvidas, traduzindo conceitos técnicos para linguagem acessível e fornecendo uma plataforma valiosa, para a constituição de redes de contatos, geração de oportunidades e troca de conhecimentos, de modo a valorizar a capitalização e valor dos seus ativos.

Em termos pessoais, Hélder Quintela considerou “ser um orgulho” assumir o cargo “pelo contributo que pode acrescentar”.

“Já estou ligado há mais de 15 anos a esta área do business intelligence, já estive na área financeira, na área da educação, agora numa área mais ligada ao e-commerce, colaboro com organização de eventos científicos e participo em atividades de investigação com outros docentes e alunos nestas áreas e, no fundo, é trazer este conhecimento e esta oportunidade de crescermos na organização e, também, de aprendermos”, sublinhou.

A Associação Portuguesa de Business Intelligence realiza várias iniciativas, entre as quais a “BI 30 minutos”, iniciativa mensal que visa a promoção, partilha e divulgação das boas práticas nas áreas de Business Intelligence e Big Data em Portugal.