Futebol Clube de Felgueiras perde mais dois jogadores

Os atletas do Futebol Clube de Felgueiras, Rafinha e Telmo Castanheiro deixaram o Felgueiras, equipa que está a discutir o Campeonato de Portugal Prio, fase de manutenção, série B.

Rafinha, extremo de 23 anos, desvinculou-se do Felgueiras e vai jogar no Vizela, equipa que disputa o play-off de subida à Segunda Liga. Rafinha é um extremo fez 18 jogos com a camisola azul grená e marcou um golo pelo clube.

O atleta efetuou o seu último jogo ao serviço do Futebol Clube de Felgueiras frente à Associação Desportiva Oliveirense, a contar para o play off de manutenção, em partida que acabou com um nulo.

Telmo Castanheira, uma peça nuclear na estratégia do clube, assinou pelo Gondomar, equipa que está a discutir a fase de play off de subida da zona norte.

Telmo Castanheira tem 23 anos, ocupava a posição de médio. O antigo camisola 20 felgueirense e internacional sub-17 português disputou 19 partidas e marcou um golo. Foi presença habitual no 11 inicial felgueirense, o que despertou a atenção de vários clubes.

O treinador do Futebol Clube de Felgueiras, Rui Luís, num comentário à saída dos dois atletas, mostrou-se desagradado.

“São duas baixas importantes, o Felgueiras está num momento nada fácil. Tem vindo a perder jogadores nucleares e teremos que lutar com essas dificuldades”, afirmou, salientado que “não irá atirar a toalha ao chão”.

Ao EXPRESSO DE FELGUEIRAS, Rui Luís considerou mesmo que esta é uma situação “inusitada”, que acontece, numa altura, em que o clube vem de uma derrota com o União Torcatense e está a disputar a fase de manutenção.

“A direção poderia ter salvaguardado a situação, os jogadores eventualmente poderiam ter saído naquelas três semanas de paragem do campeonato. A partir do momento em que os jogos reataram, não deveriam deixar sair nenhum atleta”, frisou.