FUTEBOL: Taça de Portugal já não conta com representantes da região

 

Já não há sobrevivente da região na Taça de Portugal em futebol. Os últimos resistentes ainda em prova, Felgueiras e Freamunde, “tombaram” na 4ª eliminatória, frente a adversários de escalões superiores.

O Felgueiras foi goleado em Moreira de Cónegos, pelo Moreirense da 1ª Liga, por 5-2. A equipa de Horácio Gonçalves já perdia ao intervalo, por 3-0.

Cláudio e Ricardo Fernandes (grande penalidade) assinaram os golos do conjunto azul grená.

Na conferência de imprensa, após o jogo, o técnico felgueirense considerou o “resultado exagerado”, embora sem colocar “em causa a vitória do Moreirense”.

“O objetivo era tentar fazer Taça, não foi possível, mas ficou pelo menos a imagem de uma equipa que trabalha bem e sabe o que fazer dentro do campo. O nosso objetivo é ser mais fortes já para o domingo, para a nossa luta da subida à 2ª Liga”, acrescentou.

Já o Freamunde foi afastado, na Madeira, pelo União da 2ª Liga (4-2). Os ‘capões’ estiveram a vencer por 1-2, com golos de Miguel Pedro e Niang.

Ao intervalo registava-se uma igualdade a dois golos, mas os freamundenses acabaram por sucumbir na etapa complementar.

De registar ainda, a eliminação do Arouca da 2ª Liga ante o Caldas do Campeonato de Portugal. A formação orientada pelo marcuense Miguel Leal soçobrou nas grandes penalidades, após um empate (1-1) no final de 120 minutos.

A Académica de Coimbra, agora comandada pelo felgueirense Ricardo Soares, garantiu a qualificação para os 1/8 de final da Taça de Portugal, após o triunfo (1-0) na receção ao Nacional da Madeira.

 

Luís Miguel Nogueira