GNR recuperou objetos furtados em residências de Penafiel, Amarante e Marco

Os visados nas diligências são seis homens com idades compreendidas entre os 30 e os 62 anos, residentes na zona de Penafiel. Três deles apresentam antecedentes criminais por crimes relacionados com furtos

A GNR recuperou hoje vários objetos furtados em residências de Penafiel, Amarante e Marco de Canaveses, no âmbito de uma operação para desmantelar um grupo que atuava naqueles municípios, anunciou hoje a autoridade.

Na operação foram executados sete mandados de busca domiciliária e três de busca não domiciliária emitidos pelo Tribunal de Penafiel.

Um dos principais suspeitos, segundo a GNR, foi detido no momento das buscas, por estar na posse de armas proibidas.

O suspeito tinha em seu poder uma pistola calibre 7,65, um revólver, três caçadeiras e “um grande número de munições”.

Os visados nas diligências são seis homens com idades compreendidas entre os 30 e os 62 anos, residentes na zona de Penafiel. Três deles apresentam antecedentes criminais por crimes relacionados com furtos.

Material furtado 2

Os militares recuperaram vários eletrodomésticos, ferramentas de atividade agrícola e metais não preciosos. Segundo a autoridade policial, o valor do material ascende a cerca de 7.000 euros.

No âmbito da operação, vão ser levantados dois autos de contraordenação a proprietários de sucatas, por infrações que regulam aquela atividade.

Na operação foram empenhados 25 militares da investigação criminal dos destacamentos territoriais de Penafiel, Felgueiras e Amarante, reforçados por elementos dos postos de Penafiel, Paredes, Lordelo, Vila Meã e do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente de Penafiel e Amarante.

 

APM.

Lusa/fim