Grupo felgueirense “Há Lá Trio” lançou o seu primeiro álbum “Blasfémia”

O grupo “Há Lá Trio” composto por músicos naturais de Macieira da Lixa anunciou o lançamento do seu primeiro CD denominado “Blasfémia”, um trabalho de oito temas originais que explora vários estilos musicais.

 

O trio aproveitou o período de confinamento de 2020 para avançar com o projeto que nasceu, anteriormente, do “desejo de ter algo físico e deles” depois de três anos de atuações ao vivo, disse ao Expresso de Felgueiras a vocalista e instrumentalista Cláudia Teixeira.

“Foi uma oportunidade porque, naquela altura, ficamos com algum tempo livre que aproveitamos para começar a gravar”, explica.

O “Há Lá Trio” nasceu há cerca de três anos a partir de um desafio lançado, na altura, pela escritora “Mika” Marinho Soares para adaptar alguns dos seus textos, adianta.

Atualmente, é composto por Emanuel Silva, Telmo Sousa e Claúdia Teixeira, todos professores de música que se conheceram, em criança, no coro de catequese e, mais tarde, na Banda de Música da Lixa, que ainda integram.

“O Emanuel é o maestro e eu e o Telmo somos instrumentalistas”, acrescenta.

O trio tem atuado em diversos eventos do concelho de Felgueiras, sobretudo, nomeadamente em concertos na Casa da Música e na Expolixa, entre outros.

 

Telmo Sousa, Cláudia Teixeira e Emanuel Silva - foto Há Lá Trio
Telmo Sousa, Cláudia Teixeira e Emanuel Silva – foto Há Lá Trio

 

A vocalista e instrumentalista explicou que o processo de gravação, que arrancou no primeiro período de confinamento, em 2020, foi uma nova experiência para os três “que nos valeu muito, enquanto grupo”.

“Foi algo que nos aproximou mais, porque começamos a ter ideias em conjunto. Houve dias em que entramos em estúdio com uma ideia predefinida, mas acabamos por sair com algo diferente”, explicou.

Sobre o trabalho agora publicado, Cláudia Teixeira adiantou que o CD tem oitos faixas de trabalhos originais, um deles uma adaptação do poema “Blasfémia”, da poetisa Florbela Espanca, que também dá o título ao álbum.

 

há lá trio

 

A letra das restantes composições são da autoria de “Mika” Marinho Soares, médica de profissão, também de Felgueiras, acrescenta.

Questionada sobre o estilo que carateriza o álbum, a vocalista adiantou que não está totalmente definido, mas que é uma “mescla de vários estilos” musicais.

“Há um bocado de tudo neste trabalho, nomeadamente pop e jazz. Acredito que esta indefinição é o que, no fundo, nos carateriza como grupo”, conclui.

O CD “Blasfémia” pode ser adquirido diretamente ao “Há Lá Trio” através da sua página de Facebook.

 

Blasfémia Há Lá Trio