História dos melhores ciclistas de Felgueiras compilada em livro

A história dos ciclistas naturais de Felgueiras que andaram na alta competição do ciclismo de alto nível vai estar compilada num livro, que será apresentado a 07 de março, pelas 15:00, na Biblioteca Municipal de Felgueiras.

 

Artur Coelho, Joaquim Costa, Albino Mendes e Miguel Magalhães, são alguns dos nomes que fazem parte do livro “Ciclistas de Felgueiras”.

A obra contemplará ainda a figura de Adriano Quintanilha da W52, também natural de Felgueiras, e faz um historial das passagens da Volta a Portugal por Felgueiras, além dum enquadramento das ligações de Felgueiras ao ciclismo.

Será assim perpetuada a carreira dos ciclistas felgueirenses que correram a Volta a Portugal, um do FC Porto, dois do Académico e um do Paredes e mais tarde da Zala.

O livro dará especial destaque a Artur Coelho, que vestiu a camisola amarela por diversas vezes na Volta a Portugal, venceu algumas etapas e muitos circuitos e Grandes Prémios, assim como fez parte da seleção nacional que entrou em duas Voltas a Espanha e ele mesmo venceu no Brasil a clássica 9 de Julho-Volta a São Paulo.

A obra integra ainda referências de Felgueiras ter também equipas de cicloturismo e campeões de DHL e Enduro BTT.

O autor é Armando Pinto, há muitos anos colaborador da imprensa regional e desportiva. Depois de diversos livros publicados, desde monografias históricas da região, contos, biografias e memórias, tendo de permeio já historiado também o futebol de Felgueiras, desta vez dedica ao ciclismo mais um trabalho histórico-literário.

Enquanto no campo social e funções de cidadania foi durante muitos anos funcionário da área de saúde, pertencente ao quadro do Centro de Saúde de Felgueiras-ARS Norte e Responsável Administrativo do Centro de Saúde da Longra, bem como foi diretor e presidente da Associação Casa do Povo da Longra, da qual foi fundador do seu Rancho Folclórico Infantil e Juvenil, além de haver escrito a história da mesma instituição.