Incêndios: Fogo consumiu casa abandonada em Fafe, vento forte complica combate

LUSA

O incêndio que deflagrou na quarta-feira em Rossas, Vieira do Minho, e se propagou a Fafe e Póvoa de Lanhoso continua com duas frentes ativas, tendo as chamas já destruído uma casa abandonada, informou hoje o comandante operacional.

Vítor Azevedo disse à Lusa que aquela habitação se situava em Agrela, Fafe, “no meio do monte” e se encontrava “completamente abandonada, cheia de silvas”.

Segundo aquele responsável, que falava à Lusa cerca das 08:00, o vento forte tem sido a principal dificuldade do combate às chamas.

“Há rajadas na ordem dos 70 a 80 quilómetros por hora”, referiu.

O fogo teve início pelas 09:46 de quarta-feira, em Rossas, Vieira do Minho, tendo na manhã de hoje uma frente ativa em Fafe e outra em Póvoa de Lanhoso.

Neste último concelho, foram evacuadas, na noite de quarta-feira, por precaução, duas aldeias, na freguesia de Sobradelo da Goma, mas entretanto as pessoas já puderam regressar às suas casas.

No combate às chamas, estão envolvidos 126 operacionais e 45 meios terrestres, estando prevista também a chegada de meios aéreos ainda durante a manhã.

 

VCP // SB

Lusa/fim