Lei do mais forte prevalece, Felgueiras vence Mondinense na Taça de Portugal

O FC Felgueiras ultrapassou, sem dificuldades, a primeira eliminatória da Taça de Portugal. No Estádio Municipal Dr. Machado de Matos, a formação da Liga 3 goleou o Mondinenense, dos distritais de Vila Real, por 5-2.

 

Ainda assim, a partida ficou resolvida apenas na segunda parte. Ao intervalo, registava-se uma igualdade a uma bola.

Os felgueirenses marcaram cedo, por Ivo Lemos, aos dez minutos. Contudo, o conjunto de Mondim de Basto não abanou com o golo sofrido e chegou ao empate, através de Andorra, aos 35 minutos.

Na segunda metade, a qualidade, experiência e capacidade física do conjunto da Liga 3 emergiu no jogo. Ivo Lemos bisou (46′) e Manuel Namora (58′), fez o 3-1.

O Mondinense voltou a relançar a partida, com um golo Adebayo, aos 72 minutos. Mas Weldon e João Santos saltaram do banco para sentenciar a eliminatória.

Da região, para além do Felgueiras, também União de Paredes e Resende asseguram a passagem à fase seguinte da Taça. Os paredenses venceram em Alpendorada, por 1-0, enquanto os resendenses triunfaram em Leça da Palmeira, por 2-1, após prolongamento.

Em sentido contrário, Rebordosa, Amarante, Vila Meã, Freamunde e Alpendorada ficaram pelo caminho.

A equipa do concelho de Paredes perdeu em Gondomar, por 1-0, os mesmos números das derrotas da formação alvinegra, na Madeira, ante o Camacha, e dos alpendoradenses, diante do Paredes.

O Vila Meã foi afastado pelo Varzim, fora de portas, por 2-1, mas obrigou a equipa da Póvoa a tempo extra, enquanto os ‘capões’ claudicaram em casa (3-2) ante o Joane.