Lixa reforça-se com dois brasileiros e um camaronês

O Futebol Clube da Lixa anunciou a contratação de três futebolistas para reforçar o plantel da equipa principal que milita na Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto.

Os brasileiros Erick Daltro e Lucas Sheldon e o camaronês Franck Dipita engrossam o lote de opções às ordens do treinador Filipe Coimbra.

Erick Daltro é cedido pelo Vasco da Gama do Brasil até final da temporada. A intervenção dos dirigentes do clube brasileiro, naturais da Lixa, Fernando Horta e José Luís Moreira, foi fundamental para a concretização do negócio.

O jogador, de 23 anos, só chegará a Portugal, no sábado, não sendo no imediato opção para técnico lixense.

“É um atleta que pode fazer as posições de lateral e médio-ala esquerdo”, revelou Filipe Coimbra.

Lucas Sheldon, de 21 anos, já treina no Senhor do Amparo desde o passado dia 27 de dezembro.

Um atraso no envio do certificado internacional só agora possibilitou a inscrição do jogador, que pode fazer a sua estreia com a camisola azul e branca, no sábado, em Perafita, no encontro da 21ª jornada.

“É um avançado possante, com experiência de primeira divisão no Brasil e dele esperamos golos”.

Frank Dipita integra o plantel do FC Lixa desde o início da temporada, mas “uma pubalgia” impediu antes a inscrição do médio camaronês, de 21 anos, que na temporada transata alinhou no Oliveira do Hospital.

A entrada dos novos reforços serve para “colmatar algumas lacunas do plantel” e não implica a saída de qualquer jogador.

Segundo o treinador, Daltro, Sheldon e Dipita “vão acrescentar ainda mais qualidade à equipa”.

O FC Lixa pretende melhorar a sua classificação no principal campeonato da associação portuense. Atualmente, o emblema do concelho de Felgueiras ocupa o 11º posto da tabela, com 25 pontos somados, em 20 jornadas realizadas.