Luciana Monteiro é a nova presidente do FC Lixa (C/ÁUDIO)

O Futebol Clube da Lixa passará a ser gerido por Luciana Monteiro na próxima época desportiva. Nos quase 90 anos de história do emblema do concelho de Felgueiras, é a primeira vez que uma mulher assume a presidência.

 

Luciana Monteiro, professora de profissão, foi eleita na Assembleia Geral eleitoral que decorreu na noite de terça-feira. A nova direção foi eleita com 37 votos.

O clube estava numa situação de vazio diretivo depois dos dirigentes da última época terem anunciado que não pretendiam continuar. Pelo momento de indefinição e “pelo amor ao clube”, Luciana Monteiro decidiu avançar para a liderança do FC Lixa.

“Avancei por causa da indecisão de alguns dos sócios, por ser a segunda ou terceira assembleia geral sem listas candidatas. Fiquei satisfeita com esta eleição, mas gostaria de ter ficado mais, porque houve pouca adesão de associados e houve muita gente que se absteve”, afirmou.

 

 

Luciana Monteiro adianta que tem como principal objetivo a reestruturação do futebol jovem. A nova presidente do FC Lixa ambiciona “multiplicar o número de atletas da formação”. A “saúde financeira” do emblema lixense será outra das prioridades.

 

 

Em relação à equipa principal, que vai disputar a Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto (AFP), Luciana Monteiro garante que a nova temporada “ainda não está a ser preparada”, o que só sucederá após “reunião da direção”, agendada para esta semana.

 

 

Além de Luciana Monteiro foi igualmente eleita outra mulher para liderar a mesa da AG. Trata-se de Cláudia Marques que teve papel preponderante na gestão da crise diretiva.

Aliás, a nova presidente do Lixa tem como objetivo “levar mais mulheres para ajudar no clube”, admitindo que será “mais escrutinada” pelo facto de ser mulher.

 

 

“Tenho recebido muitas mensagens e telefonemas de apoio e estou a ver que as mulheres estão muito contentes por ter sido uma mulher a assumir a presidência do clube”, concluiu.