Mais de 10.000 pessoas sem água na Lixa devido ao mau tempo

A situação atual foi causada pela rutura de duas condutas de abastecimento, em Airães, provocada pelo mau tempo de domingo à tarde

FOTO: Armindo Mendes

Cerca de 10.000 habitantes da cidade da Lixa, Felgueiras encontram-se há várias horas privados de água, prevendo a câmara local que nas próximas horas possa ser restabelecido o fornecimento.
Segundo João Sousa, vice-presidente do município, o restabelecimento está previsto para o final desta tarde, mas não permitirá regularizar definitivamente a situação, porque vai ser assegurado graças ao apoio dos bombeiros.
O autarca explicou que autotanques das corporações da Lixa e de Felgueiras já estão a transportar água, a partir de uma boca de incêndio no vizinho, no Alto da Lixa, no concelho de Amarante, para os reservatórios que abastecem a zona afetada pela falta de água.
Neste momento estão a ser afetadas as três freguesias da área urbana da Lixa, além de outras contíguas, como Refontoura, Vila Verde, Santão e Aião.
À Lusa, João Sousa frisou que, às 13:30, tudo estava a ser feito para minimizar o impacto na população.
Os serviços do município, acrescentou, estão a tentar fazer chegar à Lixa a água do depósito de Pinheiro, situado a alguns quilómetros de distância, recorrendo à instalação de geradores.
A situação atual foi causada pela rutura de duas condutas de abastecimento, em Airães, provocada pelo mau tempo de domingo à tarde.
A Câmara de Felgueiras espera normalizar a situação na terça-feira, quando for reparada a rutura nas condutas.
A ligação, por estrada, entre Airães e a cidade da Lixa está interrompida no local da rutura.

APM.
Lusa/fim