Nuno Fonseca diz ser “por princípio” contra a prospeção de lítio no concelho

Nuno Fonseca disse hoje na Assembleia Municipal que é, “por princípio”, contra a prospeção de lítio na zona do Seixoso e lamentou que a tutela não tenha ainda informado a câmara sobre a matéria.

 

“Sou contra a prospeção, porque a informação que temos é nenhuma”, afirmou o chefe do executivo, respondendo a uma questão levantada por Vítor Vasconcelos, do PSD.

O deputado social democrata tinha proposto que a matéria fosse também submetida a apreciação da assembleia municipal e das assembleias de freguesia, atendendo ao impacto ambiental que poderá representar uma eventual exploração de lítio naquela zona do concelho.

Aos deputados, Nuno Fonseca disse haver a intenção do Governo de se avançar para a prospeção, não se estando, ainda, na fase da exploração.

Numa reunião recente com o ministro da tutela, no dia 14 de fevereiro, observou o edil, foi reafirmado que Felgueiras não tem a informação sobre o dossier que vem solicitando junto da Direção Geral de Energia e Geologia.

“Nunca tivemos resposta. Temos de perceber, do ponto de vista científico, que implicações é que isso trazia nas pessoas e nos bens”, anotou.

 

PSD é contra a prospeção

O PSD já tinha manifestado, através dos seus vereadores, em reunião do executivo, que se opõe à prospeção de lítio no concelho, alegando as dúvidas que haverá em relação ao impacto ambiental negativo de uma eventual extração daquele minério.