Produção de kiwi na Cooperativa de Felgueiras subiu 50% e atingiu 1230 toneladas

A produção de kiwis na Cooperativa Agrícola de Felgueiras aumentou este ano cerca de 50% face a 2018, atingindo as 1.250 toneladas, a maior de sempre na instituição, disse hoje à Lusa fonte da direção.

 

“Temos, sem dúvida, a melhor produção de sempre e, por isso, estamos muito satisfeitos, porque vai garantir um volume superior de negócio”, comentou.

Além da produção em grande quantidade, também se avançou na melhoria dos calibres do fruto”, reforçou.

A instituição assinala que cerca de 90% da sua produção é exportada para Espanha, onde “o kiwi de Felgueiras é muito apreciado pela sua qualidade”.

“Se mais produzíssemos, mais venderíamos,” observou.

 

AUMENTO DE PRODUÇÃO VAI ACELERAR NOS PRÓXIMOS ANOS

 

A subida da produção verificada em 2019, que ainda é insuficiente face à procura, prevê a cooperativa, “vai acelerar nos próximos anos”, porque se mantém a tendência de surgimento de novas explorações na região, com mais área afeta à cultura.

Um pouco por todo o concelho, anotou, veem-se cada vez mais explorações de kiwi, que representam o investimento privado de muitos milhões de euros e ajudam a diversificar o tecido produtivo agrícola dominado pela vinha.

“São duas culturas que convivem bem entre si. Muitos dos nossos associados têm área de vinha e de kiwis”, sinalizou o dirigente.

 

NOVAS CÂMARAS DE FRIO ELEVAM A CAPACIDADE TOTAL PARA 1.600 TONELADAS

 

Por outro lado, a produção em crescendo nos últimos anos obrigou a cooperativa a reforçar, em cerca de 900 toneladas, as suas unidades de frio destinadas ao armazenamento do fruto, condição essencial para assegurar o escoamento do produto em função das necessidades dos clientes.

Na instituição ainda decorrem os trabalhos finais de montagem das novas câmaras frigoríficas para armazenamento de kiwis
Na instituição ainda decorrem os trabalhos finais de montagem das novas câmaras frigoríficas para armazenamento de kiwis

Quando os trabalhos em curso forem concluídos, haverá capacidade para armazenamento em frio de 1.600 toneladas de kiwis, o que garante uma margem de crescimento para a campanha de 2020, ano em que aquela quantidade, segundo a fonte, deverá ser alcançada em termos de produção.

Pormenor de uma das novas câmaras frigoríficas para armazenamento de kiwis na Cooperativa Agrícola de Felgueiras
Pormenor de uma das novas câmaras frigoríficas para armazenamento de kiwis na Cooperativa Agrícola de Felgueiras

É no concelho de Felgueiras onde se concentra o maior número de produtores de kiwi associados à cooperativa (cerca de 80), mas a instituição tem recebido fruto de vários concelhos do Norte do país.

O facto de o kiwi ser uma “cultura rentável e com escoamento garantido” explica o interesse acrescido dos investidores, sobretudo no concelho de Felgueiras, onde existe uma área de produção de cerca de 150 hectares, metade da qual explorada por associados da cooperativa.

A restante está nas mãos de empresários locais que escoam o produto por outros canais de comercialização.

Armindo Mendes/LUSA