Produtores na região de Felgueiras apoiados com 1,5 milhões para reconversão de vinhas

FOTO: Armindo Mendes

Produtores associados da Cooperativa Agrícola de Felgueiras vão receber 1,5 milhões de euros para investir na reconversão de vinhas, no âmbito de uma candidatura a fundos europeus, disse hoje à Lusa fonte da instituição.

 

Segundo a fonte, a candidatura agrupada ao programa Regime de Apoio à Reestruturação e Reconversão da Vinha (Vitis) contempla projetos de 105 produtores, correspondendo a cerca de 120 hectares de vinha, a maioria no concelho de Felgueiras.

O apoio atribuído no âmbito daquela candidatura corresponderá a cerca de 80% do total do investimento e a aposta incidirá em castas de vinho verde “mais modernas que promovam aumentos na produção e na qualidade final”.

Os trabalhos para a introdução de vinhas novas vão começar após a próxima campanha de vindimas prevista para as próximas semanas na região.

Segundo a instituição, em 2022, já será possível obter cerca de 25% da produção estimada para as novas vinhas, percentagem que crescerá nos anos seguintes.

Com quase sete milhões de quilos por ano de uva, a Cooperativa de Felgueiras é um dos maiores produtores nacionais de vinho verde, agregando centenas de viticultores.

À Lusa, a fonte assinala hoje a importância deste investimento, próximo dos dois milhões de euros, por permitir “impulsionar a economia da região”, através de um setor com um peso crescente nas exportações, que já representam cerca de 35% da produção na instituição.

No contexto desta candidatura, assinalou, a Cooperativa de Felgueiras está a incentivar os produtores a aproveitarem estes apoios e investirem na plantação de vinha da casta espadeiro e assim corresponder à crescente procura do vinho rosado.

Armindo Mendes/Lusa