Protocolo da futura linha ferroviária do Vale do Sousa previsto para dezembro

O protocolo para a construção da futura linha ferroviária do Vale do Sousa deverá ser rubricado em dezembro, revelou a Câmara de Paços de Ferreira, onde decorreu hoje uma reunião com as Infraestruturas de Portugal (IP).

 

A proposta de construção da nova Linha do Vale do Sousa está prevista no Plano Nacional de Investimentos (PNI – 2020/2030), apresentado pelo Governo no passado dia 22 de outubro, refere a autarquia em comunicado.

“O protocolo, cujos termos foram aprovados na reunião desta manhã, define os termos e condições da colaboração entre as Infraestruturas de Portugal, Comunidade Intermunicipal Tâmega e Sousa, Área Metropolitana do Porto e as cinco câmaras municipais [Paços de Ferreira, Valongo, Lousada, Paredes, Felgueiras], com o objetivo final de implementar uma solução ferroviária para esta região”, refere a comunicação.

O documento seguirá, de imediato, para aprovação por parte das cinco câmaras Municipais, Área Metropolitana do Porto (AMP) e Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa, acrescenta a nota de imprensa.

A reunião de hoje serviu para “fixar os termos da minuta de protocolo a celebrar entre as IP, as câmaras de Paços de Ferreira, Valongo, Lousada, Paredes, Felgueiras, AMP e CIM do Tâmega e Sousa, no âmbito dos estudos necessários à construção da futura linha ferroviária do Vale do Sousa”, lê-se no documento.

No encontro que decorreu por videoconferência, participaram os presidentes da câmara de Paços de Ferreira, Humberto Brito, de Felgueiras, Nuno Fonseca, de Lousada, Pedro Machado, de Paredes, Alexandre Almeida, de Valongo, José Manuel Ribeiro, da Direção do Conselho Metropolitano da Área Metropolitana do Porto, Eduardo Vítor Rodrigues e o Vice-Presidente Conselho de Administração da IP, Carlos Alberto Fernandes.

A construção da nova linha ferroviária situa-se numa região com mais de 500 mil habitantes e milhares de empresas, acrescenta a nota de imprensa.

JFO // MSP

Lusa/fim