PS aprova empréstimo para realização de obras, mas lamenta endividamento

O Partido Socialista de Felgueiras congratulou-se hoje com a decisão do Executivo Municipal PSD de realizar, num prazo máximo de dois anos, a reparação de várias infraestruturas da rede viária municipal.

Em comunicado, os socialistas lamentaram, contudo, que mais uma vez esta maioria PSD apenas tenha decidido atuar após a intervenção pública dos eleitos do Partido Socialista na Câmara Municipal e na Assembleia Municipal de Felgueiras.

“O Partido Socialista lamenta também que o Executivo PSD tenha necessidade de endividar o município em 6 milhões de euros durante 15 anos para a concretização destas obras, uma vez que já penaliza tanto os felgueirenses ao nível dos impostos”, lê-se em comunicado.

Os vereadores do PS/Felgueiras aprovaram a proposta de contratação do empréstimo, porque “consideram que as obras que constam do Plano de Investimentos são absolutamente prioritárias e que estão temporalmente muito atrasadas”.

As obras incluem a melhoria da estrada intermunicipal EN101 no troço Várzea-Caramos (1.ª fase), retificação da Av. General Sarmento Pimentel, Recuperação/Beneficiação da EN 564 (Airães – Vila Verde), aquisição de terrenos para o Cemitério Municipal e a aquisição de terrenos para o Parque da Cidade de Felgueiras.

O PS considerou ainda que “o Executivo do PSD é reativo e não proactivo, prejudicando materialmente os felgueirenses na sua qualidade de vida, com impacto também na atividade económica do município pelos constrangimentos criados”.

Apesar de terem aprovado este empréstimo, os vereadores e os deputados municipais do Partido Socialista nos Órgãos Municipais exigirão que de facto o valor solicitado seja utilizado no Plano de Investimentos constante da proposta.

No comunicado, os socialistas informam a exigência de que a beneficiação da EN101 Felgueiras – Lixa seja feita na sua extensão total e não apenas em parte como é proposto pelo Executivo PSD.