PSD/Felgueiras lamenta atuação das autoridades na suspeita de coronavírus

Lusa

O PSD de Felgueiras lamentou, em comunicado, “o atraso da atuação das autoridades de saúde” no caso suspeito de coronavírus, detetado numa empresa de Revinhade.

 

No comunicado, o partido expressa “perplexidade e revolta”, nomeadamente na demora do transporte especializado do INEM, “cerca de cinco para direcionar o suspeito de coronavírus para uma unidade apropriada”.

Na sexta-feira, foi sinalizado um homem de 62 anos, de nacionalidade italiana, que estava a trabalhar numa empresa de calçado de Felgueiras, com 91 funcionários.

Após ter sido levado para o Hospital de S. João, no Porto, o homem foi sujeito a testes de despistagem, que deram negativo para o vírus que já matou centenas de pessoas na China, país de onde o homem tinha vindo, a 22 de janeiro.

 

FUNCIONÁRIOS DA EMPRESA FORAM DEIXADOS IR PARA CASA SEM SABER RESULTADOS DO TESTE DE DESPISTAGEM

O PSD de Felgueiras, no comunicado, expressou ainda a sua “perplexidade e revolta” pela possibilidade “da população ter sido exposta à transmissão do referido vírus, assim como, sem qualquer confirmação oficial de testes e análises todos os funcionários da empresa foram deixados ir para as suas residências, sem qualquer tipo de rastreio ou controlo pelas autoridades de saúde”.

O partido congratula-se pela despistagem negativa do coronavírus e saúda a preocupação da administração da empresa ARMIPEX pela prontidão e serenidade em executar os procedimentos de segurança.

“Através Linha de Saúde e, apesar da falta de apoio e orientação, a empresa procurou rapidamente salvaguardar a integridade dos seus 91 colaboradores, muito especialmente dos oito que estiveram em contacto direto com o técnico italiano supostamente infetado, assim como a priorização de isolamento de grávidas, retendo-os nas instalações e facultando o acesso a máscaras de proteção”.

O PSD saudou ainda a intervenção dos Bombeiros Voluntários de Felgueiras, que isolaram, durante mais de quatro horas, o suspeito de coronavírus numa das suas viaturas de socorro.

No comunicado, o PSD de Felgueiras reforçou a necessidade de haver uma prontidão de realização de testes de despistagem do coronavírus no Norte de Portugal, avançado que vai solicitar esclarecimentos ao diretor executivo do ACES Tâmega III – Vale do Sousa Norte.

O PSD reforça, ainda, que “exige que os felgueirenses estejam devidamente salvaguardados da eficácia de procedimentos e que possam confiar realmente nas autoridades de saúde”

“Fazemos votos que este caso venha a servir de real recomendação para a necessidade de correção de mecanismos de pronto alerta, para salvaguarda da saúde da nossa população”, concluiu o partido.