Rali Serras de Fafe e Felgueiras: Felgueirense Carlos Magalhães estreia novo Hyundai Rally 2 em Portugal

A equipa Hyundai Portugal, através da dupla Bruno e Carlos Magalhães estreará no Rali Serras de Fafe e Felgueiras o novo Hyundai i20 N Rally 2, constituindo mais um motivo de interesse desta prova pontuável para o Campeonato Europeu de Ralis (ERC) e para o Campeonato Português de Ralis (CPR).

 

Esta estreia do novo carro pela equipa Hyundai Portugal acrescentará interesse e competitividade à prova que irá para a estrada nos próximos dias 2 e 3 de outubro nos concelhos de Fafe, Boticas, Vieira do Minho e Felgueiras, num total de 16 provas especiais de classificação.

Na equipa da Hyundai as novidades para o Rali Serras de Fafe e Felgueiras incluem, ainda, a presença do conhecido treinador de futebol André Villas Boas que estará ao volante do Hyundai i20 R5 até aqui utilizado pala dupla dos Magalhães, e pela presença do piloto espanhol Dani Sordo (presença habitual no Campeonato do Mundo de Ralis – WRC) ao volante de um Hyundai i20 R5.

 

 

A lista de inscritos desta prova europeia é composta por vários pilotos de nomeada, destacando-se Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rally 2 Evo), Alexey Lukyanuk (Citroen C3 Rally 2) e Dani Sordo (Hyundai i20 R5), aos quais se juntam os mais rápidos pilotos portugueses como Armindo Araújo (Skoda Fabia Rally 2 Evo), Ricardo Teodósio (Skoda Fabia Rally 2 Evo), José Pedro Fontes (Citroen C3 Rally 2) e Bruno Magalhães (Hyundai i20 N Rally 2), que estão envolvidos numa luta renhida e emotiva pelo título de Campeão Português de Ralis 2021.

Para Carlos Cruz, presidente do Demoporto – Clube de Desportos Motorizados do Porto que organiza o evento a lista de inscritos reúne “todas as condições para um rali competitivo e interessante da primeira à última classificativa”.

Dos pilotos portugueses presentes de destacar também a presença da dupla Miguel Correia/António Costa (Skoda Fabia Rally 2 Evo) que tiveram uma entrada com o pé direito no CPR, e o navegador amarantino António Costa protagonizou na anterior prova do ERC nos Açores ao lado de Ricardo Moura uma exibição que os levou ao 4.º lugar da classificação geral.

 

Hélder Quintela