Rali Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas na estrada de 11 a 13 de março

A prova inaugural do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) e do Campeonato da Europa de Ralis (ERC), o Rali Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas terá 3 dias competitivos, com passagem pelo terceiro ano consecutivo pelas classificativas do Seixoso e de Santa Quitéria na manhã do dia 13 de março (domingo).

 

No dia 11 de março os pilotos disputarão a qualificação na classificativa da Lagoa (Fafe), e à noite a Super Especial de Fafe, que está de regresso e que proporcionará espectáculo nas artérias citadinas.

Quanto ao fim de semana, o primeiro dia (12 de março) está reservado à disputa das classificativas de terra de Boticas, Cabeceiras de Basto, Vieira do Minho e Luilhas, e no domingo (13 de março) os pilotos percorrerão em ronda dupla Montim, Seixoso, Santa Quitéria e Lameirinha.

A passagem dos pilotos pelas classificativas do concelho de Felgueiras acontecerá no domingo, dia 13 de março, sendo que a primeira passagem pelo Seixoso está agendada para as 8h40 e a segunda para as 12h52, Quanto à classificativa de Santa Quitéria, os pilotos passarão uma primeira vez às 9h15, e depois às 13h27.

Segundo a Demoporto, entidade organizadora da prova, esta reformulação do programa do Rali Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas teve na origem a necessidade de assegurar “que o rali terminasse mais cedo, e tiveram como objetivo tornar o rali mais compacto e fugir para os melhores pisos. As classificativas de Fafe, Felgueiras, Boticas e dois terços de Cabeceiras, são autênticas autoestradas”.

Em 2021 o vencedor desta prova foi o norueguês Andreas Mikkelsen em Skoda Fabia Rally2 Evo.

 

 

Hélder Quintela