Rali Terras D’Aboboreira: Lista de inscritos de luxo, mas sem público

O Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) de 2021 tem início competitivo nas classificativas de terra da Serra da Aboboreira de 30 a de abril a 1 de maio, com a disputa do Rali Terras D’Aboboreira organizado pelo Clube Automóvel de Amarante. O centro nevrálgico da prova está situado em Amarante, percorrendo os concorrentes também os concelhos de Baião e Marco de Canaveses.

 

Devido ao contexto pandémico não é permitida a presença de público nas classificativas, de acordo com o Plano de Contingência da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

 

 

Itinerário

O itinerário do Rali Terras D’Aboboreira integra 7 classificativas em terra numa extensão total de 100,87 quilómetros. No primeiro dia do rali, sexta-feira dia 30 de abril, após o Shakedown e a classificativa de qualificação para determinar a ordem de passagem na estrada, os concorrentes percorrerão por duas vezes a classificativa Amarante Natureza Criativa. No segundo dia do rali, sábado 1 de maio, serão disputadas as classificativas do Marão, Baião Vida Natural, e da Aboboreira. A última passagem pela Aboboreira (7.ª classificativa) será em modo Power Stage, que atribuirá pontos-extra aos mais rápidos.

Os concorrentes iniciaram o reconhecimento das classificativas no passado sábado, e poderão fazê-lo até quinta-feira em modo estrada aberta ao trânsito.

 

 

Inscritos

A lista de inscritos para esta primeira prova do CPR permite antecipar elevada competitividade, pois além dos principais pilotos portugueses candidatos ao título como: Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia), Bruno Magalhães/Carlos Magalhães (Hyundai i20N), Ricardo Teodósio/Jorge Henriques (Skoda Fabia), Pedro Meireles/Mário Castro (VW Polo GTi), José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3), estarão também presentes um conjunto alargado de pilotos internacionais em carros muito competitivos de última geração da categoria Rally 2, o que certamente garantirá espetáculo e animação, sendo um motivo extra de motivação para os pilotos portugueses aferirem os seus andamentos comparativamente a pilotos internacionais reconhecidamente rápidos. Relativamente às duplas portuguesas, neste Rali Terras D’Aboboreira Pedro Meireles e Mário Castro atingem a marca histórica de uma centena de ralis realizados em conjunto, eles que conquistaram o título nacional de ralis em 2014 com o Skoda Fabia S2000.

Dos pilotos internacionais presentes, destaque para o campeão europeu de ralis (ERC) Chris Ingram em Skoda Fabia, e Pepe Lopez – campeão espanhol em 2020 -, que trocou em 2021 o Citroen C3 por um Skoda Fabia.

O Rali Terras D’Aboboreira é pontuável também para o Campeonato Norte de Ralis (CNR) e para a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA. O CNR teve início há duas semanas em Vieira do Minho com vitória para o felgueirense Adruzilo Lopes em Mitsubishi Lancer, depois de uma emotiva luta com outro ex-campeão nacional, Fernando Peres em carro idêntico, que prometem repetir o espetáculo agora nas classificativas de terra da Aboboreira. Na competição monomarca da Peugeot com os novos 208 RALLY 4 de assinalar a presença do ex-campeão nacional Miguel Campos, que regressa ao volante de um carro da marca de Sochaux de boa memória pois conquistou o seu título e 2002 ao volante do Peugeot 206 WRC.

Hélder Quintela