Referendo sobre data do feriado municipal de Vizela marcado para 29 de março

Vítor Hugo Salgado referiu que, como presidente da câmara, não poderá apelar ao voto numa das datas, mas como cidadão, prometeu, apoiará a manutenção do dia 19 de março como feriado municipal de Vizela

Mais de 21 mil eleitores de Vizela vão poder votar no referendo sobre a data do feriado municipal, que foi agendado para o dia 29 de março, disse hoje à Lusa o presidente da câmara.

Segundo o autarca, 21.298 munícipes que constam nos atuais cadernos eleitorais estarão em condições de responder à seguinte questão: “Concorda em manter a data do feriado municipal de Vizela no dia 19 de março em vez de a alterar para o dia 11 de julho?”.

A realização do referendo, decidida pelos órgãos municipais e posteriormente aprovada pelo Tribunal Constitucional, era uma promessa eleitoral do presidente da câmara, que foi eleito em 2017 à frente de uma lista de independentes.

À Lusa, Vítor Hugo Salgado explicou hoje que a atual data do feriado, 19 de março, foi escolhida, há 16 anos, por ter sido o dia em que a Assembleia da República votou o diploma da criação do concelho. Contudo, ao longo dos anos, acentuou, a população foi-se alheando da data, porque as comemorações eram sobretudo dirigidas à parte política.

DISCUSSÃO OCORRE NO CONCELHO HÁ VÁRIOS ANOS

Com o atual executivo, anotou, as coisas têm mudado e essa data tem sido associada a mais atividades dirigidas à população, nomeadamente a Feira do Bolinhol, um doce tradicional do concelho, para além de homenagens aos fundadores do concelho, entre outras iniciativas que reforçam a importância da efeméride para Vizela.

Câmara de Vizela-2
Paços do Concelho de Vizela

O presidente assinala, por outro lado, que no período em que havia o movimento para a criação do concelho de Vizela alguns dos seus elementos defendiam que o feriado municipal devia ser marcado para 11 de julho, dia de S. Bento das Peras, padroeiro de Vizela.

Para pôr fim à discussão que ocorre no concelho há vários anos, disse hoje o edil, foi marcado o referendo.

Vítor Hugo Salgado referiu que, como presidente da câmara, não poderá apelar ao voto numa das datas, mas como cidadão, prometeu, apoiará a manutenção do dia 19 de março como feriado municipal de Vizela.

Apelando à participação de todos no referendo, disse à Lusa ser expectável que surjam agora movimentos na defesa de cada uma das datas, para promover a discussão prévia ao referendo.

 

Armindo Mendes/LUSA