Rota do Românico atribuiu 66 “Selos de Qualidade” a unidades turísticas

A Rota do Românico distinguiu mais 66 unidades turísticas da região com o seu “Selo de Qualidade”, contemplando 20 unidades de alojamento, 30 restaurantes e 16 produtores/comerciantes de produtos locais, como vinho, doçaria e artesanato.

 

Na distribuição territorial pelos 12 municípios abrangidos pela Rota do Românico, destaque para os 16 “Selos de Qualidade” atribuídos a Felgueiras.

O “Selo de Qualidade” insere-se no âmbito do Sistema de Valorização de Produtos e Serviços Turísticos da Rota do Românico, destinado à promoção de um patamar de qualidade uniforme dos produtos e serviços prestados aos turistas e visitantes da região.

O Comité de Avaliação das candidaturas ao “Selo de Qualidade” é constituído, para além da Rota do Românico, por representantes de dez entidades, do meio académico e associativo.

A Rota do Românico atribuiu, até ao momento, 191 “Selos de Qualidade”, em quatro fases de candidaturas.

Em 2016, foram entregues os primeiros 84 “Selos”.

Em 2020, atendendo à situação pandémica, os 66 “Selos” não serão entregues em cerimónia pública.

A quarta fase de atribuição do “Selo de Qualidade” da Rota do Românico está enquadrada no projeto “Capacitação e Valorização Turística da Rota do Românico”, cofinanciado pelo Turismo de Portugal, I.P., através do Programa Valorizar – Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior.