Rota do Românico investe 65.000 euros na Igreja de Sousa em Felgueiras

Entre os trabalhos inclui-se a construção, nas traseiras da Igreja, de uma vedação, que, a par das questões de segurança, complementará a já existente, que, por sua vez, será alvo de uma ação de limpeza

A Rota do Românico anunciou hoje o investimento de 65 mil euros nas obras de conservação da Igreja de São Vicente de Sousa, em Felgueiras.

Em comunicado, a Rota do Românico explica que a intervenção irá valorizar a zona envolvente da igreja, através do arranjo do adro.

Entre os trabalhos inclui-se a construção, nas traseiras da Igreja, de uma vedação, que, a par das questões de segurança, complementará a já existente, que, por sua vez, será alvo de uma ação de limpeza.

As escavações arqueológicas, atualmente a decorrer na zona do adro entre o cemitério e a igreja, serão seladas, sendo que se procederá à marcação, no piso, das sepulturas entretanto identificadas.

“Pretende-se, assim, fazer transparecer, sob a forma gráfica, a sua importância, história, localização e outros elementos que se verifiquem serem necessários à sua boa compreensão”, lê-se em comunicado.

Ainda no espaço do adro, será colocado novo mobiliário urbano, designadamente papeleiras e painéis, ficando a intervenção concluída com a execução de iluminação exterior, aproveitando os pontos de ligação existentes.

As obras na Igreja de São Vicente de Sousa representam um investimento de cerca de 65 mil euros, cofinanciado em 80% pelo ON.2 – O Novo Norte e QREN, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, e em 20% pelo município de Felgueiras.

O auto de consignação da empreitada será assinado hoje, pelas 10:00, no referido monumento, e contará com a presença do vice-presidente da Câmara Municipal de Felgueiras, João Sousa, do secretário-geral da VALSOUSA – Associação de Municípios do Vale do Sousa, entidade gestora da Rota do Românico, Luís Monteiro, e do representante da empresa Nico d’Obra – Engenharia e Construções Lda., responsável pela execução da obra.