Surto de covid-19 no plantel do Alfenense pode adiar jogo com Barrosas [C/ÁUDIO]

Um surto de covid-19 no plantel do Alfenense poderá ditar a suspensão do jogo do próximo domingo entre o clube de Valongo e o Barrosas, a contar para a 16ª jornada da Série 3 da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto (AFP).

 

Doze jogadores e um elemento da equipa técnica testaram positivo à Covid-19 e o restante plantel está em isolamento profilático, decretado pelas autoridades locais,  pelo que o adiamento da partida já foi solicitado pelos responsáveis do emblema de Alfena à associação portuense, mas a decisão ainda não está confirmada.

No entanto, na opinião do técnico Rui Cunha, “se imperar o bom senso” o jogo de domingo, ante o Barrosas, não se vai realizar. O encontro em Vilarinho, na jornada seguinte, também está em risco.

“A nossa direção já estabeleceu contactos com os clubes adversários, com a AF Porto e com a Delegação de Saúde do Norte e de Valongo, neste caso, para fazer prova daquilo que nos está a acontecer. Se reinar o bom senso, acreditamos que a equipa não está em condições de comparecer na máxima força, nem com a metade da força, para os jogos que se avizinham”, adiantou.

 

 

“Estamos sempre sujeitos aos regulamentos e se tivermos que jogar com a equipa desfalcada, teremos que ir, mas acho que desvirtua um pouco aquilo que é a competição. Espero e acredito que haja acordo, neste caso com o Barrosas, que é o jogo do próximo fim de semana. Fica complicado ir a jogo sem conseguir treinar e sem doze, treze atletas. Aliás, como estamos a aguardar pelos resultados dos testes PCR é possível que, infelizmente, possam surgir mais casos nos próximos dias”, acrescentou.

Rui Cunha sublinha ainda que o adiamento do duelo com o Barrosas seria a decisão mais sensata, sobretudo como forma de “proteger a saúde de todos” e de evitar que a equipa de Alfena possa ser “uma fonte de contágio para os outros”.

Neste momento, os jogadores infetados com o novo coronavírus “estão todos bem de saúde”, apenas com “sintomas ligeiros” e alguns até “assintomáticos”, revelou o treinador do  Alfenense.