Tâmega e Sousa com mais 2.989 pessoas desempregadas num mês

Lusa

O desemprego no Tâmega e Sousa registou uma subida, num mês, nos 12 concelhos da região, com mais 2.989 pessoas à procura de trabalho, segundo números do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

 

Segundo os dados oficiais consultados pelo Tâmegasousa.pt, o conjunto dos 12 municípios da região, apresentava, em março de 2020, menos 2.989 desempregados do que no mês de março de 2020, mês em que o surto da covid-19 chegou a Portugal e foram implementadas medidas que obrigaram ao encerramento de empresas e negócios.

De acordo com os últimos indicadores do IEFP, o desemprego afeta, em abril, 23.212 pessoas.

Em março, o concelho de Castelo de Paiva tinha sido o único da região a registar menos desempregados, mas no mês de abril aquele concelho segue a tendência dos restantes da região, tendo mais 50 pessoas desempregadas.

Nos concelhos que compõem a região (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende) predominam as pequenas e médias empresas, destacando-se os setores do calçado, têxtil, mobiliário, vinho verde e extração de granito.

Em abril, estavam desempregadas 14.390 mulheres, menos 1.515 que em março. No que se refere ao desemprego nos homens, em abril, estavam 8.822 homens desempregados, menos 1.474 que em março.

 

Maior subida de desempregados registou-se em Felgueiras

A maior subida no número de desempregados foi registada no concelho de Felgueiras, com mais 606 pessoas a procurarem emprego.

De salientar, ainda, o número de desempregos entre os 35 e os 54 anos, com 9.595 pessoas, em abril, em março eram 8.145, ou seja, mais 1.450 num mês.

Quanto aos desempregados com 55 ou mais anos, em abril eram 6.970 pessoas, mais 470 que em março de 2020.

Outro dado apurado pelo Tâmegasousa.pt diz respeito ao número de pessoas que procura um novo emprego, em abril, que se fixou nas 21.233 pessoas, mais 3.582 que em março. Procuram ainda o primeiro emprego 1.979 pessoas, menos 90 que em março.

Os dados de fevereiro, antes do surto da covid-19 em Portugal, davam conta de 18.614 pessoas desempregadas na região do Tâmega e Sousa, menos 4.598 que no mês de abril.