Taxa de abandono em Felgueiras é residual no ensino básico

O vice-presidente da Câmara de Felgueiras, João Sousa, afirmou ao EXPRESSO DE FELGUEIRAS, que a taxa de abandono escolar no concelho, ao nível do ensino básico, tem vindo a diminuir de forma significativa.

Sem adiantar valores, o autarca destacou que o concelho já teve números negativos na área da educação, que ao longo dos anos têm vindo a recuperar, fruto de várias políticas educativas que foram adotadas.

O vereador responsável pelo pelouro da Educação sublinhou que, em conjugação com as políticas educativas, foram implementadas estratégias em articulação com os vários estabelecimentos de ensino que inverteram os números do abandono escolar.

“O sucesso escolar tem aumentado e há cada vez mais alunos na escola”, afirmou, sublinhando que o município dá uma resposta que vai do pré-escolar às escolas do primeiro ciclo, secundário, passando pelo ensino superior e pelo ensino profissional.

João Sousa admitiu que é ao nível do secundário que a taxa de abandono escolar se faz sentir com mais relevância, consequência do aumento da escolaridade do 9.º para o 12.º ano de escolaridade.

No ensino profissional, o autarca assumiu que o município já atingiu o objetivo dos 50%, o que representa o maior indicador na região.

João Sousa sustentou que a procura pelos cursos profissionais confirma o nível e o grau de excelência das escolas profissionais e dos estabelecimentos de ensino, com vias profissionalizantes, no município.

A este propósito, realçou que na Escola Profissional de Felgueiras a média de empregabilidade dos cursos é superior a 90%.

“Dispomos de um tecido empresarial consolidado, por um lado, que mantem uma estreita articulação com as escolas. Esta sinergia tem possibilitado que os formandos saiam devidamente preparados e com qualificações necessárias para integrar o mercado de trabalho”, acrescentou, realçando:

“Não vale a pena abrir um curso que não tem uma taxa de empregabilidade alta”.

Ao EXPRESSO DE FELGUEIRAS, o autarca defendeu que o apoio a um ensino de qualidade é a garantia para os jovens do concelho possam ter um futuro mais sólido e melhorar as suas qualificações.