Técnico da UDV elogia prestação de Sónia Ferreira e António Costa

O técnico da União Desportiva de Várzea, Carlos Mendes, elogiou a prestação da atleta Sónia Ferreira, campeão em sub-23 feminino e de António Costa, na prova de veteranos maiores de 45 anos, no Troféu Ibérico dos 10 mil metros, que decorreu, no sábado, na Maia, prova que integrou o campeonato de Portugal de 10.000 metros.

Referindo-se à prestação de Sónia Ferreira, o técnico da União Desportiva de Várzea, Carlos Mendes, destacou que atleta sub-23 é uma corredora que tem condições para continuar evoluir e prestigiar a camisola do Várzea, se for devidamente apoiada.

“Estamos a falar de uma atleta que veio de um problema físico complicado que recuperou e está a evoluir positivamente e pode dar muito mais ao atletismo”, assegurou.

Quanto ao atleta veterano António Costa, campeão nacional veteranos 45 e recordista nacional na distância, defendeu que o atleta do Várzea é um corredor com provas dadas que está habituado a este tipo de prestações.

Ao Expresso de Felgueiras, o treinador da União Desportiva de Várzea sustentou que estes dois títulos são um estímulo para os atletas pelo trabalho que têm realizado e um prémio para o clube pela forma como tem conseguido prestigiar e promover a modalidade.

“Nada disto aconteceu por acaso. Os resultados obtidos é consequência do trabalho sistemático que vem sendo realizado e a prova disso é o facto da União Desportiva de Várzea ser um clube respeitado, que obtém sempre excelentes resultados nas várias provas onde compete”, afirmou.

Carlos Mendes realçou, também, que os êxitos alcançados traduzem o entendimento e a  articulação que existe entre a direção, o corpo técnico e os atletas, nomeadamente ao nível da proximidade entre os vários escalões de competição do clube.

“Trabalhamos com afinco e o objetivo do clube é dignificar a associação, o emblema e obter sempre, em todas as provas, os melhores resultados”, acrescentou.