Três escolas de Felgueiras na lista para remoção de amianto

Lusa

As Escolas Básicas do Covelo, de Pinheiro e Dr. Leonardo Coimbra (Lixa) fazem parte da lista de 578 escolas nacionais onde amianto vai ser removido, segundo o Diário da República.

 

O programa custará 60 milhões e será financiado por verbas comunitárias.

Na região do Tâmega e Sousa vão ser intervencionadas 33 escolas, em 10 concelhos.

As intervenções serão realizadas aproveitando o encerramento dos estabelecimentos de ensino devido à pandemia de covid-19.

A utilização de fibras de amianto foi proibida no quadro normativo nacional em 2005 e, até agora, os investimentos na requalificação e modernização de escolas permitiram proceder gradualmente à remoção de parte deste material, que ainda não foi totalmente eliminado dos estabelecimentos de ensino.