União de Várzea sagrou-se campeã em estafeta mista no Campeonato Nacional de Corta Mato

Uma equipa composta por dois homens e duas mulheres da União Desportiva de Várzea sagrou-se, no domingo, campeã nacional de corta mato em equipas mistas no âmbito do campeonato da modalidade disputado no domingo, informou fonte da Federação Portuguesa de Atletismo.

 

A 97ª edição dos Campeonatos Nacionais de Corta-Mato realizaram-se no no Parque Municipal de Vale de Cambra, com um número recorde de participantes, explica, em comunicado.

Para além das provas de absolutos, realizaram-se outros campeonatos por escalões etários e ainda o primeiro campeonato em estafeta mista onde a equipa felgueirense celebrou, com a sua vitória, o primeiro título nacional da história da modalidade.

Segundo a federação, a equipa da UD Várzea conseguiu, através de Helena Alves, alguma vantagem no final do primeiro percurso de 1.500 metros, que Hugo Teles ampliou, quando seguiam atrás as formações da RunTejo e do Sporting de Braga, esta última a favorita.

No terceiro percurso, Catarina Lima cimentou uma maior diferença e entregou, com larga vantagem, o testemunho a Joaquim Antunes que apenas tinha de manter a margem para terminar isolado, o que veio a suceder.

 

 

Mais atrás, o Braga conseguiu ultrapassar a RunTejo e terminou na segunda posição.

A atleta Mariana Machado, do SC Braga, sagrou-se campeã nacional de corta mato longo, seguida de Naide Gomes, do Feirense e por Jéssica Augusto, do Sporting.

Nas provas individuais masculinas, Samuel Barata conquistou o primeiro lugar em cima da linha da meta, ao bater Miguel Marques, do Sporting. O amarantino Rui Teixeira, igualmente a correr pelo Sporting, fechou o pódio, em terceiro lugar.