União Desportiva de Torrados perde com Associação Desportiva Marco 09

A União Desportiva de Torrados perdeu, no domingo, na deslocação ao reduto da AD Marco 09, por 2-1, em jogo a contar para a jornada 17, Associação de Futebol  Porto, segunda divisão, série 3.

O presidente da União Desportiva de Torrados, Mário Silva, no rescaldo ao jogo, defendeu que a sua equipa foi claramente superior ao adversário e justificava ter saído do Marco de Canaveses com outro resultado.

Falando do jogo com o Marco 09, que tem, agora, mais um ponto que o Torrados, Mário Silva avançou que o fiscal de linha assinalou uma grande penalidade a favor da formação da casa “inexistente”, a sancionar uma falta que terá sido cometida fora da área, numa altura em que a formação de Felgueiras vencia por uma bola a zero.

Comentando o lance da grande penalidade, o presidente do Torrados frisou que Filipe tenta chegar à bola e o jogador do Marco aproveita para cair.

“Parece-nos fora da grande área. O árbitro nada marcou mas o fiscal de linha não teve dúvidas”, disse.

União Depsortiva de Torrados defronta Marco

Ao Expresso de Felgueiras, Mário Silva manifestou, também, não ter entendido qual foi o critério do árbitro da partida que logo a seguir ao golo de empate, da formação da casa, expulsou o capitão do Torrados e um jogador do Marco 09.

“Não sei qual o critério para expulsar o nosso capitão Rola que fez uma falta normal com o árbitro a mostrar o cartão vermelho direto para espanto de todos”, frisou, salientando que o juiz do encontro expulsou logo a seguir um jogador do Marco por agressão a um atleta do Torrados.

“Não sabemos da importância do jogador do Marco expulso, mas o nosso capitão era e é muito importante para nós e  seria uma mais valia”, avançou, salientando, no entanto, que à exceção destes dois lances, a sua equipa dispôs de várias oportunidades para dar a volta ao jogo.

Após o empate, a formação de Felgueiras não se encolheu e continuou a abeirar-se da baliza do Marco 09 criando lances de perigo. Contudo, seria a equipa da casa que chegou ao segundo golo numa perda de bola do guarda-redes do Torrados.

Ao nosso portal, Mário Silva destacou que apesar da derrota, o Torrados persegue o objetivo de passar à próxima fase.

“Nada está perdido. Faltam ainda muitos jogos continuaremos a nossa caminhada e chegaremos ao fim com motivos para sorrir”, avançou.