União Desportiva de Torrados perde com Baião B mas mantém segundo lugar

A União Desportiva de Torrados perdeu com o Baião B (1-0) em jogo a contar para a jornada 15, da Associação de Futebol do Porto, segunda divisão, série 3.

Apesar da derrota, a formação de Felgueiras beneficiou do empate o Marco 09, líder da série, com 33 pontos, frente à Associação Desportiva de Várzea (Felgueiras) que empataram a um golo.

O Salvadorense, quarto classificado, com 25 pontos, também, empatou, no seu reduto, com o FC Lagares (1-1).

O presidente do União Desportiva de Torrados, Mário Silva, no rescaldo ao jogo, mostrou-se desolado com o resultado final, numa partida em que a sua equipa foi superior e desperdiçou inúmeras oportunidades.

O dirigente destacou que a primeira parte foi de completo domínio do Torrados que apesar da maior posse de bola não conseguiu criar oportunidades flagrantes de golo.

No único lance de perigo, a formação da casa, de bola parada, fez embater o esférico na trave.

A segunda metade, o Torrados surgiu com mais perigo, dispôs de várias oportunidades para marcar, mas os avançados da formação de Felgueiras estiverem, nesta partida, desinspirados. Quando não eram os avançados a falar, o guarda-redes do Baião B estava lá para defender.

Quem não marca sofre e a formação do Baião B, ao cair do pano, fez o único golo da partida num lance contestado pela formação visitante por pretensa mão de um jogador do Baião B.

Ao Expresso de Felgueiras, o presidente do Torrados lamentou a falta de eficácia da sua equipa, mas recordou que a derrota não compromete os objetivos do clube.

“Continuamos com os nossos objetivos intactos. Foi apenas um jogo. Há dias assim e no sábado tivemos um dia assim”, disse.