Vizela, Felgueiras e Fafe reúnem-se para discutir despoluição do rio Vizela

Representantes dos municípios de Vizela, Felgueiras e Fafe e da Agência Portuguesa do Ambiente reúnem-se terça-feira em Vizela para começar a trabalhar num Plano de Despoluição do Rio Vizela.
Segundo a autarquia de Vizela, os trabalhos vão decorrer nos paços do concelho e integrarão ainda elementos da empresa Águas do Norte, S.A., do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente da GNR, da Empresa de Água e Saneamento de Guimarães e Vizela (Vimágua), da Liga dos Amigos das Termas, da Associação de Mergulho e Atividades Subaquáticas de Vizela, do Clube Turístico e Desportivo de Vizela e da Associação Amigos do Ambiente de Cepães e Fareja, do concelho de Fafe.
A despoluição do rio Vizela tem sido reclamada há vários anos pela Câmara de Vizela e por várias associações da região.
Recentemente, os grupos parlamentares na Assembleia da República saudaram, em plenário, a petição de quatro associações que defendem a despoluição do rio Vizela e apelaram ao Governo para a “urgente” implementação de medidas.
A Assembleia da República apreciou em plenário uma petição subscrita por 4.084 cidadãos que apela à urgente resolução do problema de poluição do rio Vizela, afluente do rio Ave.
Os signatários denunciavam através documento a “vergonha de anos, de décadas de um crime ambiental a céu aberto que lesa gravemente o interesse público geral”, solicitando “a despoluição do rio Vizela, a requalificação das margens, uma fiscalização intensa e periódica das descargas das indústrias e a respetiva punição dos infratores”.
O rio Vizela, com cerca de 40 quilómetros de extensão, é afluente do rio Ave, atravessando território dos concelhos de Fafe, Felgueiras, Guimarães, Vizela e Santo Tirso.